4 de abril de 2013 Departamento de Dados e Estatísticas

GEOPROCESSAMENTO E SAÚDE PÚBLICA: UMA ANÁLISE DOS CASOS DE LEPTOSPIROSE EM CAMPOS DOS GOYTACAZES / RJ

Monografia apresentada aos Institutos Superiores de Ensino do CENSA como parte das exigências para a obtenção do título de Especialista em Ciências Ambientais e da Saúde.

PROFESSORA ORIENTADORA: MSc. LUCÍOLA SANTOS LANNES
AUTOR: RHANIÉRI SIQUEIRA

As ações de Vigilância Ambiental em Saúde possibilitam o conhecimento e a detecção de qualquer mudança nos fatores determinantes e condicionantes do meio ambiente que interferem na saúde humana, identificando as medidas de prevenção e controle dos fatores de risco ambientais relacionados às doenças ou outros agravos à saúde. O georreferenciamento de dados é uma boa ferramenta para estabelecer indicadores de saúde ambiental e elaboração de mapas de risco, capazes de auxiliarem na tomada de decisão nas diversas instâncias do SUS. Os objetivos do trabalho são: (1) georreferenciar os casos para estabelecer áreas críticas para controle de roedores urbanos; (2) estabelecer áreas prioritárias para implantação de saneamento básico; (3) identificar localidades que deverão ter uma atenção maior nas campanhas educativas; (4) formar um perfil epidemiológico para leptospirose no município e (5) elaborar um mapa temático da leptospirose no município, além de verificar se os casos de leptospirose associados às condições de saneamento dos bairros são um bom indicador de saúde ambiental. Foi utilizado um questionário de perguntas e respostas diretas e feita uma avaliação higiênico-sanitária nos imóveis visitados, que gerou um diagnóstico do bairro. Os casos confirmados de leptospirose do período de janeiro de 2000 a dezembro de 2005 foram georreferenciados e plotados numa imagem tipo Landsat-7. Obteve-se confirmação de 26 casos, sendo 19% na área rural 81% na área urbana. O serviço de pronto atendimento do Programa de Controle de Roedores do CCZ no ano de 2005 constatou em 77,7% das residências visitadas a presença do Rattus norvegicus – principal portador da Leptospira sp. Foi encontrada uma correlação positiva (0,66) entre o Índice de Infestação Predial e o número de terrenos com entulho nos bairros. O lixo mal acondicionado, a presença de entulho e mato nos quintais, associadas às más condições de manutenção de fossas sépticas e da canalização são fatores condicionantes e agravantes para a presença do principal vetor da leptospirose, o rato.

Palavras-chaves: Leptospirose, Sistema de Informação Geográfica, Estudo Epidemiológico.