Servidor Municipal, compareça para o cadastro

de 8 de Abril a 17 de Julho

MAIS RESPEITO E SEGURANÇA COM QUEM TRABALHA POR CAMPOS

PREZADO(A) SERVIDOR(A).

O Ponto Biométrico é uma grande conquista, pois oferece mais segurança no registro do horário de trabalho. Este recurso vem sendo cada vez mais utilizado no serviço público em vários pontos do Brasil, pois valoriza quem trabalha e garante que todos cumpram a frequência e o horário, independente de sua função. A implantação do Ponto Biométrico na Prefeitura de Campos — prevista pela Lei 8.765, de 11 de agosto de 2017 — atende a uma determinação do Ministério Público e a uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE).
Contamos com você na implantação desta importante ferramenta — um processo que será gradual e que vai defender quem desempenha corretamente suas funções. Faça seu cadastro biométrico, de acordo com o calendário elaborado pela Secretaria Municipal de Gestão Pública. É interesse de todos trabalhar por uma administração mais justa, mais moderna e mais comprometida com os interesses da população de Campos.

DEVEM FAZER O CADASTRO BIOMÉTRICO:

CALENDÁRIO DO CADASTRO BIOMÉTRICO

SERVIDORES LOTADOS NA GUARDA CIVIL MUNICIPAL

8 a 12 de abril

Local: Sede da Guarda Civil Municipal

SERVIDORES LOTADOS NA SEDE DA PREFEITURA DE CAMPOS

8 a 12 de abril

Local: Centro Administrativo José Alves de Azevedo

SERVIDORES LOTADOS NA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE

8 de abril a 14 de maio

Local: Hospital Ferreira Machado e Hospital Geral de Guarus

Letras A e B – 8, 9 e 11 de abril
Letras C e D – 11, 12 e 15 de abril
Todas as letras – 13 e 14 de abril (final de semana)
Letras E, F e G – 16, 17 e 18 de abril
Letras H, I e J – 24, 25 e 26 de abril
Todas as letras – 27 e 28 de abril (final de semana)
Letras K e L – 29 e 30 de abril
Letras M e N – 2, 3, 6 e 7 de maio
Todas as letras – 4 e 5 de maio (final de semana)
Letras O, P, Q e R – 8, 9 e 10 de maio
Letras S, T, U, V, W, X, Y e Z – 13 e 14 de maio

SERVIDORES LOTADOS NA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

15 de maio a 27 de junho

Local: Secretaria Municipal de Saúde

Letra A – 15, 16 e 17 de maio
Letras B e C – 20, 21 e 22 de maio
Letras D e E – 23, 24 e 25 de maio
Letras F e G, H e I – 28, 29, 30 e 31 de maio
Letras J – 3 e 4 de junho
Letras K e L – 5, 6 e 7 de junho
Letra M – 10, 11, 12 e 13 de junho
Letras N, O , P, Q e R – 14, 17, 18 e 19 de junho
Letras S e T, U, V, W, X, Y e Z – 24, 25, 26 e 27 de junho

SERVIDORES LOTADOS NA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E DEMAIS SECRETARIAS E FUNDAÇÕES

15 de maio a 17 de julho

Local: Sede da Fundação Municipal de Esportes

Letra A – 15, 16, 17, 20 e 21 de maio
Letras B e C – 22, 23, 24, 27 e 28 de maio
Letras D e E – 29, 30 e 31 de maio, 3 e 4 de junho
Letras F e G – 5, 6 e 7 de junho
Letras H, I e J – 10, 11, 12 e 13 de junho
Letras K e L – 14, 17, 18 e 19 de junho
Letra M – 24, 25, 26, 27 e 28 de junho
Letras N, O, P e Q – 1, 2 e 3 de julho
Letra R – 4, 5 e 8 de julho
Letras S e T – 9, 10, 11 e 12 de julho
Letras U, V, W, X, Y e Z – 15, 16 e 17 de julho

TIRE SUAS DÚVIDAS

Devem se registrar todos os servidores efetivos, comissionados, empregados públicos, estagiários, residentes, contemplados por projetos ou programas sociais na administração municipal, servidores cedidos e contratados por tempo determinado na forma da lei.

No início de sua jornada de trabalho, o servidor deverá registrar sua frequência através do Ponto Biométrico, registrando sua digital num equipamento que será instalado na sua repartição. A apuração será feita do primeiro ao último dia do mês.

Sim, todos os servidores deverão se cadastrar. Como em breve o controle da frequência passará a ser feito unicamente pelo Ponto Biométrico, quem não se cadastrar poderá ter problemas como a suspensão do pagamento do salário.

Será dada uma tolerância de 15 minutos na entrada e na saída.

Toda jornada de trabalho diária superior a 6 horas tem que ser dividida em dois turnos, com intervalo mínimo de 1 hora e máximo de 2 horas para almoço. O servidor terá de fazer esta pausa e registrá-la através do Ponto Biométrico.

Nos casos de mudança de horário, a chefia imediata deverá encaminhar a solicitação de alteração com a devida justificativa para a autoridade responsável pela unidade administrativa onde o servidor está lotado.

Sim, mas só serão considerados como serviço extraordinário os créditos de horas trabalhadas além da jornada diária que tenham sido previamente autorizados pela chefia imediata.

Os servidores que atuam em regime de plantão deverão fazer os registros de ponto no início e no final de cada jornada de trabalho, ficando dispensados das marcações intermediárias.

Neste caso, o servidor será cadastrado na unidade administrativa mais próxima onde houver relógio de ponto.

Quando o servidor não puder registrar seu horário de entrada ou saída através do Ponto Biométrico, o fato deverá ser atestado pela sua chefia imediata.

Sim. A folha de ponto manual só deixará de valer quando o Ponto Biométrico estiver implantado efetivamente.

O servidor terá de seguir o horário determinado pela sua unidade administrativa.

Ainda tem alguma dúvida? Faça sua pergunta.